Desculpem, a oposição avisou que não corria o menor risco de dar certo

por Luiz Paulo Vellozo Lucas

Avaliação de risco

Quem acompanha a economia brasileira não se surpreendeu com o rebaixamento do Brasil na avaliação de risco na S&P (Standard and Poor’s).

Nas redes sociais os profissionais da desinformação a serviço do governo tentam manipular o sentimento de frustração dos internautas no sentido de dividir a responsabilidade do fracasso anunciado do PT com a oposição.

Perguntam eles:

– “Cade a oposição?”

– “Qual a proposta da oposição para crise do Brasil?”

Assim, a oposição, que há mais de doze anos adverte sobre os erros e as mentiras do projeto Lulopetista, é chamada a figurar como avalista do discurso oficial sobre as “dificuldades da crise brasileira”.

É mole?

Algumas pessoas muito próximas e desesperadas com a crise estão com raiva também da oposição. Quem mandou não ter aderido em 2010 quando o palanque da Dilma lotado de gente com macacões laranjas e mãos sujas do petróleo do Pre sal perigava cair de tão cheio?

Como disse meu mano Sérgio Vellozo outro dia aqui no Blog : em terra de cego quem tem um olho pode ficar sozinho…

Só a derrota política do projeto lulopetista com suas farsas sendo desmascaradas pelas evidências, em todos os segmentos, classes sociais e regiões pode abrir caminho para um novo projeto político democrático e reformista que governe nosso país e restaure a confiança e a fé.

Luiz Paulo Vellozo Lucas

Luiz Paulo Vellozo Lucas

Capixaba, 58 anos, pai do André, Laura e Rafael – e avô do Dante.
Engenheiro de produção formado pela UFRJ, pós-graduado em desenvolvimento econômico (BNDES) e economia industrial (UFRJ).
Funcionário do BNDES desde 1980, professor da PUC-RJ e da FDV e atualmente sou presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>