(A)tocha a mandioca

por Luís Filipe Vellozo de Sá

Não dá mais.

O Brasil está à deriva. É digna de pena essa senhora que ocupa a presidência do Brasil. Cada dia fica mais evidente sua incapacidade de governar o país. Completamente perdida e isolada. Suas falas de improviso – sempre foram sofríveis, mas estão cada vez mais desconexas, sem sentido e só servem para explicitar um cérebro caótico e limitado no meio de uma das mais graves crises institucionais da história republicana.

Só àqueles dotados de muito insensatez intelectual e/ou paixão irracional tentam justificar o injustificável fazendo uso das mais esdrúxulas comparações e teorias politicas de jardim de infância e de botequim. Um descolamento quase patológico da realidade nua e crua sobre os fatos concretos atribuindo a “gregos, troianos e marcianos “ o buraco que o país se enfiou. Exigirá, no mínimo uma década, para rearrumar e limpar essa casa. É sujeira para onde olhamos. Instituições que eram excelência foram destroçadas (Petrobras, Banco do Brasil, CEF, BNDES, Secretaria do Tesouro, Correios, entre outras) pelos gafanhotos vermelhos.

Não deve ser fácil para os fundamentalistas do lulopetismo e para esquerda festiva encarar seus ídolos “socialistas do bem”, os “limpinhos éticos” se transformarem em putas milionárias desse grande bordel lulopetista que se transformou o Brasil.

Uma marcha da insensatez que o país começou a traçar ainda no governo do “criador” e não da criatura. Que vendeu falsos bilhetes premiados (pré-sal) e novas “teorias” econômicas criadas por “iluminados” que descobriram a poção mágica do Obelix ou o caminho do pote de ouro no fim do arco-iris. E como teve gente que acreditou, e alguns (9%, com viés de baixa) ainda acreditam!

O lulopetismo acabou por conta própria, em um processo autofágico caracterizado pela mediocrização do debate politico, pela enganação dos incautos, pela mentira deslavada e despudorada e pela banalização do escândalo. Os lideres e apoiadores bandidos do lulopetismo capturaram o Estado brasileiro e fizeram sua farra. Não tinha como dar em outra coisa. Noves fora, caminhamos para 9% de taxa de desemprego e de inflação, com viés de alta, e podemos assistir o PIB cair na mesma proporção se essa gestão não for jogada rapidamente no lixo da historia política brasileira.

A Tocha e a Mandioca, figuras fálicas, ressaltada nos recentes discursos presidenciais ininteligíveis são atos falhos de uma presidente cega, surda e pena que não é MUDA! Aguentem, a tocha e a mandioca da companheirada, mas comigo, senhores e senhoras, tem que ter muita gente para me segurar, por que eu não gosto não!!!

Luis Filipe Vellozo de Sá – economista e graduando em Direito.

Luís Filipe Vellozo de Sá | Blog do Luiz Paulo

Luís Filipe Vellozo de Sá

Mestre em economia pela UFES e graduando em Direito pela Universidade de Vila Velha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>