As 50 melhores pequenas cidades do Brasil

por Luiz Paulo Vellozo Lucas

O ranking

Estudo desenvolvido pela empresa Urban Systems foi divulgado pela Revista Exame ontem, dia 23 de novembro. É o “50 cidades pequenas mais desenvolvidas do Brasil”.

Esse ranking é produzido a partir da análise e cruzamento de dados de 13 indicadores econômicos como Produto Interno Bruto (PIB), crescimento dos empregos e outros mais, e focado nas 348 cidades brasileiras com população entre 50.000 e 100.000 habitantes. Cidades que, destaque-se, são responsáveis por 10% da produção nacional, além de possuírem 11% de nossas empresas e 12% da população.

Segundo a empresa uma característica bastante comum dessas 50 melhores é o fato de que estão próximas de regiões metropolitanas, das quais, durante certo tempo, utilizaram a estrutura para o seu desenvolvimento, mas, das quais acabaram se “libertando” e assumindo as rédeas do seu desenvolvimento.

Outro aspecto destacado, e nisso temos insistido aqui no Blog, como causa de sucesso dessas cidades é o fato de que elas tem desenvolvido suas vocações, potencialidades, tendo uma âncora de desenvolvimento, mas diversificando-o para outros setores e a população de modo geral.

Duas cidades capixabas entraram na lista. Aracruz em 8º lugar e Viana em 46º. Parabéns.

Vale a pena, para todas as cidades, estudar com atenção esse material, em busca de ensinamentos, de ideias, de propostas, de visão de construção de desenvolvimento a partir das cidades. Todos nós, todas nossas cidades, podem, dentro de suas capacidades e vocações, promover o desenvolvimento e a qualidade de vida. Esse, com certeza, será o caminho para nos tirar da crise a alavancar nossa qualidade de vida. Esse indicador, como outros que existem, pode servir de estímulo e inspiração.

Lista das 50 cidades:

1ª Paulínia (SP)
2ª Lucas do Rio Verde (MT)
3ª Ipojuca (PE)
4ª Senador Canedo (GO)
5ª Cajamar (SP)
6ª Rio do Sul (SC)
7ª Concórdia (SC)
8ª Aracruz (ES)
9ª Boituva (SP)
10ª Camocim (CE)
11ª Matão (SP)
12ª Luís Eduardo Magalhães (BA)
13ª Nova Lima (MG)
14ª Curvelo (MG)
15ª Itupeva (SP)
16ª Sorriso (MT)
17ª Vinhedo (SP)
18ª Jaguariúna (SP)
19ª Eusébio (CE)
20ª Saquarema (RJ)
21ª Trairi (CE)
22ª Ibitinga (SP)
23ª Macaíba (RN)
24ª Santa Cruz do Capibaribe (PE)
25ª Itumbiara (GO)
26ª Mairiporã (SP)
27ª Francisco Beltrão (PR)
28ª Itacoatiara (AM)
29ª Lajeado (RS)
30ª Navegantes (SC)
31ª Ijuí (RS)
32ª Catalão (GO)
33ª Cristalina (GO)
34ª Benevides (PA)
35º Cabedelo (PB)
36ª São Bento do Sul (SC)
37ª Carazinho (RS)
38ª Nova Odessa (SP)
39ª São Sebastião (SP)
40ª Aquiraz (CE)
41ª Mococa (SP)
42ª Votuporanga (SP)
43ª Caieiras (SP)
44ª Barbalha (CE)
45ª Russas (CE)
46ª Viana (ES)
47ª Bebedouro (SP)
48ª Arujá (SP)
49ª Vargem Grande (MA)
50ª Mafra (SC)

Luiz Paulo Vellozo Lucas

Luiz Paulo Vellozo Lucas

Capixaba, 58 anos, pai do André, Laura e Rafael – e avô do Dante.
Engenheiro de produção formado pela UFRJ, pós-graduado em desenvolvimento econômico (BNDES) e economia industrial (UFRJ).
Funcionário do BNDES desde 1980, professor da PUC-RJ e da FDV e atualmente sou presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>